Virtual ou a Distância?

Quando sou procurado por uma submissa interessada em conhecer o BDSM e começo a falar sobre como vivencio as relações de dominação e submissão no Reino de K@, não demora muito e surge a pergunta: então o Senhor vive uma relação virtual com suas escravas?

Talvez, a dúvida surja, porque explico que o Reino é um lugar imaginário, em torno do qual toda a minha fantasia se desenvolve. O Convívio com minhas escravas acontece à distância, assim como através de encontros reais. O que é muito diferente de uma relação virtual, onde não há a intenção por parte dos envolvidos em torná-la real, quer seja por medo ou vergonha de viver suas fantasias ou até mesmo por ser apenas uma espécie de diversão que logo passará.

 

A minha maior motivação para viver uma relação D/s está na empatia que a submissa tenha pela minha fantasia. Não acredito que uma relação possa durar, de forma prazerosa, se as pessoas não compartilham das mesmas motivações. Exatamente, por esta razão que o fator distância não é tão importante assim para mim. Prefiro morar em cidade diferente da escrava, com quem tenha prazer, a morar na mesma rua daquela que não sente tesão em viver o que eu desejo.

Independente de morar ou não distante das minhas escravas, mantenho contato diariamente, quer seja por email, SMS, telefone ou quaisquer outras formas de comunicação que a tecnologia pode nos oferecer. Através deles, estabeleço regras, determino tarefas, imponho castigos, tudo buscando desenvolver minha fantasia e preparar a submissa para os encontros reais. Quando ordeno que realize uma tarefa, como por exemplo, ensaiar um strip-tease ao som de uma determinada música, para que ela esteja preparada para fazer isto na minha presença, sei que para ela a sessão que está por vir, está se iniciando muito antes de podermos estar fisicamente juntos.

Após o encontro, no relatório que a escrava tem que me enviar, falando da sessão, a maioria relata satisfação entre tantos outros sentimentos vivenciados do momento que receberam a ordem até o encontro. Afirmam terem sentido vontade incontrolável de se masturbarem, falam do desafio frente ao medo do desconhecido, descrevem o momento mágico ao se imaginarem chegando ao hotel para o encontro com aquele que ela confiou entregar a sua submissão.

Equivocadamente comparado ao relacionamento virtual, o relacionamentos à distância, quando baseado no respeito e confiança mútua, é mais uma possibilidade para despertar a criatividade na construção de uma relação longa e prazerosa.


  • Negrito
  • Itálico
  • Sublinhado
  • Stroke
  • Citação
  • Smileys
  • :confused:
  • :cool:
  • :cry:
  • :laugh:
  • :lol:
  • :normal:
  • :blush:
  • :rolleyes:
  • :sad:
  • :shocked:
  • :sick:
  • :sleeping:
  • :smile:
  • :surprised:
  • :tongue:
  • :unsure:
  • :whistle:
  • :wink:
 
  • 500 Caracteres restantes