As Relações BDSM

Uma relação consiste em abrir um espaço de existência para outro. Para ser completa e prazerosa, a união deve ter cumplicidade e entrega incondicional. A convivência tem que servir para ensinar a confiar, a respeitar as diferenças e a individualidade.

Se compararmos as relações BDSM às baunilhas (como são conhecidas aquelas que não são do meio BDSM), ambas tem comportamentos em comum e são repletas de jogos de sedução que se percebe num olhar, num leve movimento dos cabelos ou num sorriso malicioso. As duas possuem convenções que simbolizam a entrega: os casais baunilhas usam alianças, já as submissas dos casais BDSM, coleiras.

As mulheres baunilhas usam o sobrenome do marido, enquanto no BDSM elas usam as iniciais do Dono.

Ambas seguem regras, quer impostas pela sociedade ou espontaneamente estabelecida entre as partes. Nas relações baunilhas, as normas surgem na medida da convivência e geralmente prevalece a opinião da personalidade mais forte, nem sempre em acordo com o que pensa o outro. Muitas vezes são toleradas e, se não administradas, geram conflitos que terminam fatalmente em separações desastrosas. No BDSM, as regras são estabelecidas no início do convívio, podendo ser mudadas ou adaptadas no decorrer da relação, sempre com o intuito de proporcionar prazer aos integrantes.

Ambas acontecem da mesma forma, baseada no conhecimento, na afinidade, na confiança e na atração entre as partes.


  • Negrito
  • Itálico
  • Sublinhado
  • Stroke
  • Citação
  • Smileys
  • :confused:
  • :cool:
  • :cry:
  • :laugh:
  • :lol:
  • :normal:
  • :blush:
  • :rolleyes:
  • :sad:
  • :shocked:
  • :sick:
  • :sleeping:
  • :smile:
  • :surprised:
  • :tongue:
  • :unsure:
  • :whistle:
  • :wink:
 
  • 500 Caracteres restantes