Os Switchers no Universo BDSM

O que é ser switcher e que papel representa no universo BDSM? Os papéis de Top e botton são reconhecidos legitimamente no meio. O Top assume a postura de controle, posse e domínio, enquanto o botton de entrega a esse domínio na relação. Já a pessoa que vive o papel de switcher é alguém que participa das atividades BDSM ora na condição de Top (Dominante / Sádico), ora como botton (submissa / masoquista).

Enquanto a figura do Top ou botton assumem facetas bem definidas, com os switchers as coisas funcionam diferentes. Existem os que assumem papéis de domínio e submissão numa mesma sessão, outros diferenciam os papéis em situações distintas com o mesmo parceiro, ou ainda com parceiros diferentes.

Há quem serve um Dono e domina escravos, há quem domina escravas e serve outra Dona, e ainda quem domina e serve o mesmo parceiro e vice-versa, o que é menos comum, mas pode acontecer.

Ser switcher não é ser volúvel e se apresentar com este ou aquele papel de acordo com a conveniência. É ter em essência a natureza dominante-submissa e/ou sadomasoquista. É comum se observar nas salas de chat um indivíduo que se apresenta como Dominador e por ser mal sucedido na sua abordagem logo já muda de papel para não perder a conquista. Isto é oportunismo e atribui-se a pessoa ausente de informação. Não se escolhe ser switcher, ou é, ou não é. Pode ser que a descoberta desta vertente aconteça em momentos diferentes da vida, mas por princípio esta natureza é inata.

Embora a existência de um(a) switcher seja uma realidade, há certo preconceito quanto a sua aceitação no meio BDSM. Esta rejeição já foi pior em anos passados, observa-se uma evolução no sentido de aceitar melhor esta forma de se viver o SM. No entanto, o preconceito acaba por coibir muitas pessoas a se assumirem esta condição.

Não vejo porque tanta relutância em aceitá-los. Eu tenho escrava switcher e não a considero menos submissa por ser assim, nem tão pouco seus escravos subestimaram a sua dominação por ela ter um Dono. Elas se descobriram vivendo a minha fantasia, que passa por ver uma escrava se submeter à outra mulher. A partir desta experiência, elas assumiram esta condição com seriedade e compromisso. Acredito que todos os que desejam viver esse tipo de experiência, não deve se esmorecer por conta de estereótipos, mas assumir-se sem temores, buscando relacionamento com pessoas sérias e evoluídas.


  • Negrito
  • Itálico
  • Sublinhado
  • Stroke
  • Citação
  • Smileys
  • :confused:
  • :cool:
  • :cry:
  • :laugh:
  • :lol:
  • :normal:
  • :blush:
  • :rolleyes:
  • :sad:
  • :shocked:
  • :sick:
  • :sleeping:
  • :smile:
  • :surprised:
  • :tongue:
  • :unsure:
  • :whistle:
  • :wink:
 
  • 500 Caracteres restantes